Triolé em repertório

Se você estiver em Londrina, não faltam opções de espetáculos para toda família. 

Primeiro, porque acontece na cidade o III Festival do Nariz Vermelho, um encontro de palhaços, que neste ano traz apresentações para as praças e espaços públicos da cidade. 

Segundo porque o Triolé não ficou de fora, e além de apresentações no Festival, apresenta também o espetáculo "Qual a Graça de Laurinda?" no Projeto Clubinho do Londrina Norte Shopping. 

Então, dá uma olhada no que temos programado para você neste final de semana: 

Sábado 26 de abril - 16h - Londrina Norte Shopping

Qual a Graça de Laurinda? 




Criado para apresentação em espaço público e sem o uso de diálogos, conta a história de dois palhaços que se apaixonam por uma palhaça famosa, Laurinda Graça. Os dois encontram a foto de Laurinda em um jornal,  e com forte inspiração nos desenhos animados, fazem de tudo para ficar com ela.

Essa disputa pela foto da palhaça famosa sugere vários duelos entre Mereceu e Lambreta: um duelo de armas de água, uma corrida em câmera lenta, um strip tease, uma luta de boxe e até uma aula de balé, não necessariamente nessa ordem.

Clique aqui e saiba mais sobre "Qual a Graça de Laurinda?"


Domingo 27 de abril - 10h - Praça Pé Vermelho (Londrina)

O Melhor Show do Mundo, na minha opinião...




Ritalino é um vendedor de pipocas. 
Mas como vender pipocas, se o público não tem ao que assistir?
Isso não é problema para o palhaço Ritalino, que para vender suas pipocas sobe ao palco e apresenta  vários números como suas pitorescas mágicas, músicas de improviso, criação de uma banda com a ajuda da platéia e até doma de animais!!!




E só pra registrar: 

Aconteceu nessa quinta-feira (24 de abril), na Concha Acústica de Londrina, como parte da programação do III Festival do Nariz Vermelho,  a estréia do mais novo espetáculo do Triolé: 


BAGAÇA REGISTRADA



Esse é o Lambreta, que tentou tirar a foto do público, na estréia, mas
ainda não aprendeu a mexer no celular

O espetáculo é quase uma crítica à supervalorização de tudo o que não é brasileiro. Lambreta é funcionário de Ritalino e juntos eles tentam promover uma “bagaça”.
“Hoje já não acontece muito, mas antes se via muitos vendedores de pomadas, bíblias e enciclopédias. A gente faz como eles faziam: fazemos malabares sem ser malabaristas, tocamos cavaquinho sem saber tocar. E maquiamos tudo como internacional”, conta Gerson "Lambreta" Bernardes.




Nenhum comentário:

Postar um comentário