FALA PALHAÇO! "Até o Fim" ou "Definição pessoal do que faz um ano ser novo"

Toda terça, uma coluna onde Gerson Bernardes e Alexandre Simioni escrevem sobre diversos assuntos, sempre sob a ótica do palhaço.


Lambreta e Mereceu em ilustração de Carlos Nascimento (Nasci)

"Até o Fim" ou "Definição pessoal do que faz um ano ser novo"

Gerson Bernardes

Peço perdão desde o começo. O Fala Palhaço” de hoje não traz grandes reflexões sobre um tema sob a ótica de um palhaço.

Traz um aviso que seria feito pela minha assessoria de imprensa ou em uma coletiva de imprensa, se tivesse aquela ou fosse importante para esta.

Como me foi cedido este espaço, vou usá-lo para um anúncio de cunho pessoal.

Anuncio de maneira formal e que se trata de uma decisão irrestrita (atente-se para este termo: irrestrita!) que a partir deste ano vou viver, ou melhor, tentar viver, ou ainda, ter a pretensão disso ser uma tentativa de viver, da arte, da cultura, e afins.

A partir daí as conclusões podem ser muitas. “Menino cê tá doido?”, “mas e agora?!?” e “uau que bacaninha” são as mais possíveis.

Rolou um “putz, você deve ter tirado um peso” e eu até esperava concordar com isso, mas pelo contrário.

Simplesmente tento me despir da desculpa “nunca tentei de verdade” e isso faz com que eu tenha que assumir todos os riscos.

E é isso que estou fazendo.

Um comentário:

  1. Mereceu (Ale Simioni)10 de janeiro de 2012 22:17

    Lambreta "tô contigo e não abro". Decisão tomada, tenha certeza que o universo conspira a favor!

    ResponderExcluir