Brasil Memória das Artes



A funarte disponibiliza um acervo digitalizado da memória artística brasileira, num hotsite chamado "Brasil - Memória das Artes". Vale muito a pena armazenar nos seus favoritos e todos os dias dar um "passeio" pela nossa história.


São áudios, fotos, textos, vídeos... uma infinidade de informações para quem deseja conhecer ou relembrar nossos artistas. Segue abaixo, um texto retirado do próprio site da Funarte que apresenta o projeto:





Por Tadeu Di Pietro

Diretor do Centro de Programas Integrados (Cepin) da Funarte


Desde o início dos anos 2000, a Funarte (Fundação Nacional de Artes) vem adaptando seu acervo para se tornar acessível a um número cada vez maior de brasileiros. Desta forma, a instituição tem organizado itens variados que compõem sua vasta coleção –fotos, arquivos sonoros, textos, documentos – para serem digitalizados e disponibilizados ao público, na internet. Constituem esses acervos uma parte considerável da memória das artes cênicas, da música e das artes plásticas do Brasil.


A primeira iniciativa de difusão de acervo digitalizado foi feita em 2006, quando a Funarte pôs na rede mundial de computadores o Canal Virtual, que incluía acervo sonoro e fotográfico, digitalizados a partir de 2005, com a execução do projeto Brasil Memória das Artes, cujo principal objetivo é garantir a salvaguarda dos acervos da Funarte e sua disponibilização ao público.


Desde 2009, primeiro com o aporte financeiro do patrocínio do Itaú Cultural, e posteriormente com a entrada do patrocínio da Petrobras e da CSN – Companhia Siderúrgica Nacional -, o projeto pode se desenvolver, garantir e aperfeiçoar a forma de acesso aos conteúdos da instituição. Assim, em dezembro de 2009 foi lançado o Portal das Artes, viabilizado pelo mesmo projeto Brasil Memória das Artes, que objetiva melhorar a comunicação da Funarte com seu público, tornar a memória cultural brasileira acessível e prestar melhor serviço ao usuário-cidadão.




Em agosto de 2010, entrou no ar a área Brasil Memória das Artes, totalmente dedicada aos acervos digitalizados da Funarte. É um justo espaço para o que invariavelmente dizemos que nos falta nacionalmente: a memória. Esta área surge já sabendo que só tende a crescer, à medida que mais e mais conteúdos forem digitalizados pela Funarte e disponibilizados ao público. E a ambição deste espaço não é apenas deixar acessível todo o acervo digitalizado, mas articulá-lo, contextualizá-lo, fazer o passado conversar com o presente, rastrear o que se produziu antes e trazer à tona com o olhar de agora, transformando esse diálogo num exercício constante que nos fará a todos mais conscientes de nossa própria memória cultural.



Assim, esperamos cumprir a missão de compartilhar a memória cultural brasileira preservada pela Funarte, tornando-a acessível a todo e qualquer cidadão que se interessar por aquilo que nos é caro e nos constitui como brasileiros.










Nenhum comentário:

Postar um comentário